sexta-feira, 27 de junho de 2014

Sophia de Mello Breyner Anderson

"Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua".








22 comentários:

  1. Dizer o quê, de um poema que traduz o que de mais lindo se pode ouvir de uma mulher??? Deixe que eu me canse...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É melhor não dizeres nada que eu ouço na mesma!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Mariaaaaaaaaaaaaaaa que seria de mim sem ti!

      Eliminar
  3. (...)
    A minha pátria é onde o vento passa,
    A minha amada é onde os roseirais dão flor,
    O meu desejo é o rastro que ficou das aves,
    E nunca acordo deste sonho e nunca durmo.

    Uma Poetisa Maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maior sem dúvida!
      As roseiras nem sempre dão flor,sabias?

      Eliminar
    2. Claro que sabia, até porque já me piquei...

      Eliminar
  4. Tilamiga

    Tive a sorte, o prazer e a honra de conhecer pessoalmente e com ela conversar várias vezes; estou velho, melhor, e estou usado e gasto. Fora do prazo de validade. Era uma Senhora um tanto para o melancólico, mas suave e doce.

    Na Travessa há um texto sobre a guerra colonial de Angola que infelizmente vivi. Talvez seja a ocasião de me fazeres uma visita. Obrigado

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que sorte!
      faço uma visita com todo o prazer...

      Eliminar
  5. Funda!
    És uma puta...

    ResponderEliminar

Estás Tilt?