segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Nós é que pessoa?Quarta?

Queria ter tido o prazer de te conhecer.
Possivelmente não sabes o significado da frase...Possivelmente!
Seria uma permissão negada de aproximação ou de proximidade?
Ou seria uma espécie de superação?
Falhei um desafio...

Mais um...
Fiquei reduzida à minha verdadeira dimensão...
Tão piquinina*
Quase a desaparecer...Por insistir em morrer!

E pronto, fica o que quer que seja misturado...
Com medos agravados
Com desconfianças maiores
Com coragem inferior
Com  intensidade negativa...
Aqui.
Nesta pessoa supostamente importante...
Supostamente principal,em ilusão...
É a consagração da incapacidade de fazer algo por mim...

E,por não fazer ,não vou ser*
Adiciona-se ao distanciamento a ausência e acrescenta-se a perplexidade.
É o resultado de nós*
Vazio...

15 comentários:

  1. Tilamiga

    Gostei e tanto que te transcrevo, mesmo sem te pedir autorização:,

    esta pessoa supostamente importante...
    Supostamente principal,em ilusão...
    É a consagração da incapacidade de fazer algo por mim...
    E,por não fazer ,não vou ser*
    Adiciona-se ao distanciamento a ausência e acrescenta-se a perplexidade.
    É o resultado de nós*
    Vazio...


    Mas não te quero ver assim. Há mais vida para além da infelicidade do quotdiano>; há mais vida para viver<; há mais vida para não desanimar. <acreditaque há...

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Autorização concedida,à posteriori...
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Eu passo a conhecer-te ! No worries! E hoje ainda é terça ;) Beijufa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas amanhã já é quarta...
      Beijufas (são beijos não é?)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. "Anônimo" sou eu.
      Anónimo não sou eu!
      Quer vinho? Quer ouvir Jazz? Ou posso fazer ambas?

      Eliminar
  4. Todos temos dias em que os pensamentos negativos nos dominam...
    Amanhã é com certeza um outro dia e o teu nariz pintado de vermelho vai continuar a fazer sorrir muita gente... incluindo a ti!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Depende da perspectiva, como sempre, Til.
    Eu diria antes que é a primeira. Tudo bem que é do plural. Aliás, ainda bem que é do plural. Pois que o que tem graça no "nós" é justamente a ideia de incluir um "eu" e, no mínimo dos mínimos, uma outra pessoa, formando uma união, uma partilha, uma cumplicidade.

    (aviso: não foi a Mam'Zelle a escrever isto. usurpei o perfil dela para poder deixar este comentário a Til.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mamazelle escreveu este comentário a babar-se ?Til compreende...

      Eliminar
  6. Então, minha senhora, que aconteceu ao seu optimismo...???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu optimismo desaparece apenas momentaneamente...Já voltou*

      Eliminar

Estás Tilt?