sábado, 22 de novembro de 2014

Os Passos em Volta,by Herberto Helder

Um livro ascendente,além e daí PERFEITO!!!
Além mundo e além coisas do mundo!!!
Os Passos em Volta de um LUGAR AO SOL...Só os loucos sabem...Só os loucos atingem a perfeição e a lucidez.Só os loucos chegam ao futuro,no presente...Só os loucos sentem e pressentem o passado...Só os loucos se deixam esmagar...Só os loucos sabem dar...Só os loucos tem sentido,o único sentido!!!

http://youtu.be/bgsJtfE8DmY

Representam passos,os loucos!Os loucos traduzem-se e fazem do corpo um poema de regresso ao eu...Os loucos tem vertigens psicóticas e vontades caóticas...Os loucos tem...:)
Tem enredos fantásticos e desejos de sonhar...São notáveis e pouco práticos,especialistas em errar!São tão objectivos e românticos na arte de desperdiçar...Uma existência a transbordar enfeitada com poemas de pensar...
Herberto Helder e o poder das palavras e da linguagem associados ao sol* 
...
"Não há raças nem países. O homem é estúpido. E precisa que o amem, precisa amar. Um pouco repugnante, não? Mas pode-se amá-lo, assim repugnante."
"Os comboios passariam sempre. E eu estaria a pensar nas palavras do amor, naquilo que se pode dizer quando a extrema solidão nos dá um talento inconcebível." 
...
Um homem divino,em forma de contos,a preencher vazios de alma.Vazios que ficam cheios de tão bem cheirar...Completamente desconexos e descontínuos,como o ser e os seres que temos dentro ou ao lado de nós...Somos descoberta e procura...Somos pontas soltas sem nós!
Somos um ápice...
Somos curtos...
Somos poucos...
Somos absolutamente "nada fantásticos" e fico sempre com a cabeça a estremecer quando me revisito...Quando os meus olhos tocam os meus e me vejo,ou melhor,chego à porcaria de coisa que sou!
E,depois disto,deixo de ter medo por saber tudo e de tudo que não sou!
Só que não...
...
(...) Cumplicidade e ardor, a partilha da vulnerabilidade mútua, a coragem de tudo enfrentar com tão pouco: essas eram as nossas armas. E dispúnhamos dos melhores talentos da libertinagem. Annemarie puxou-me para dentro e amamo-nos sobre o cobertor até de manhã, até a luz fria nos afogar. (...)

4 comentários:

  1. Gostei muito dessa prespetiva. Desconhecia

    ResponderEliminar
  2. R: o chapéu de chuva ou guarda chuva custou 17 euros

    ResponderEliminar
  3. Só os "loucos" entendem Herberto. Um dos maiores poetas portugueses.

    ResponderEliminar

Estás Tilt?