quarta-feira, 29 de abril de 2015

E eu que pensava que era corajosa...

Estava a bisbilhotar numa rede social perto de mim e encontrei uma Senhora,com minúscula,ah ah,que abandonou um  excelente emprego + salário muito confortável (bastante acima da média),para se candidatar a um concurso dos Correios para carteiro(a)...Dizia que nem conseguia dormir de tão entusiasmada que andava com a perspectiva de...entregar cartas...percorrer ruas...dialogar com pessoas.Que lindo!Assim de repente,fiquei com vontade de fazer cobranças difíceis ou de  trabalhar numa caixa de um hipermercado (mas um que não trate bem o pessoal trabalhador).Também gostava de fazer a tal prova da amamentação,esguichar leite porque no meu tempo,antigamente,acreditavam no 'coiso' (=declaração) do médico.Que disparate,acreditar!!!
Continuando...A sério que é tão quentinho viver a sonhar.Ou sonhar a viver. E trocar o Ás pelo Duque,não aceitar trunfos e ficar com o restante!!!
Nhac que burguesa que estou :(

32 comentários:

  1. loollll
    Nada como ser feliz no trabalho Til ;)
    A cena da amamentação, a ser verdade não é apenas vergonhoso mas repugnante!!
    Nem tenho palavras
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cena da amamentação é ultrajante,simplesmente!
      Ser feliz no trabalho nem sempre significa trabalhar com prazer,é o conjunto de várias coisas!
      beijinhos*

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Claro que se discutem.Com gentileza e educação...Porque são maneiras de ser*

      Eliminar
  3. A senhora não resistiu ao lema "em cada esquina, um amigo" :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu associo sempre as esquinas a outras coisas*

      Eliminar
  4. Olha... pode ser um sonho de criança... não há quem queira ser bombeiro?
    O sonho comanda a vida Palhacita (já dizia o poeta)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outra vez a seres ordinária e a falares de fogos,temperaturas e muita água fria;)

      Eliminar
  5. Melhor que isso só acordar cedo (demais) para se ser motorista da Carris ou Rodoviária só porque se adora conduzir (não desfazendo dos ditos, claro).
    O meu "sonho" é precisamente o contrário, apesar de eu não ser carteira (ao menos isso, não desfazendo novamente).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Convém não desfazer as pessoas;)
      Acordar cedo é uma verdadeira tortura*

      Eliminar
  6. Quem melhor está é quem mais se queixa, conheço um excelente exemplo, mas ainda se acha um mártir! Oh coitadinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há quem se queixe e não sabe de quê*

      Eliminar
  7. É tão bom fazer aquilo que se gosta!
    Eu não faço e nem sei como mudar.
    kisskiss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu faço o que gosto mas,às vezes,não gosto do que gosto e,também,não consigo mudar!
      Kiss*

      Eliminar
  8. Muito bom!

    Beijinho meu,
    Daniela Silva
    http://blackandwhiteds.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Os homens do fraque ganham bastante dinheiro...já pensei seriamente em trocar o mundo da tecnologia pelo das cobranças difíceis. Físico eu tenho, não sei é se tenho perfil...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia do valor do salário deles...
      Eu tenho perfil,não sei é se tenho físico...O que é isso de perfil e de físico?

      Eliminar
  10. Ui, isso é novidade... mas é muito bom saber que lutou por algo que a fará feliz!!

    ResponderEliminar
  11. A senhora foi atrás do seu sonho, não se acomodou, mostrou atitude:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todos os sonhos são para cumprir*

      Eliminar
  12. Sonhar, Tilita, é o melhor do ser romano, por isso o serumano sonha, e o sonho comanda a vida e sempre que o homem sonha, ressona...
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  13. "Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?"
    Fernando Pessoa

    Bom fim de semana, Til. :))

    ResponderEliminar
  14. Eu também gosto de percorrer ruas, mas a senhora que entrega as cartas aqui no prédio não me parece ter um emprego assim tão idílico... :)

    ResponderEliminar
  15. Nada como ser feliz no trabalho, eu que o diga. Larguei o cargo de coordenadora pedagógica, , para fazer o que mais gosto- contar histórias as crianças, oÔÔ, coisa boa. Beijos estou a te seguir também.

    ResponderEliminar
  16. De facto, poder viver pelo sonho, não é para todos ;)

    ResponderEliminar
  17. Poderia ser ordenada a entregar carta aqui no Brasil.....eu iria adorar prosear com uma carteira portuguesa.... poderíamos falar de músicas, poemas, passear ao sol entregando cartas, sorrir da vida sob o sol...
    Depois fazer umas coisas que pensei aqui....

    ResponderEliminar

Estás Tilt?