domingo, 10 de maio de 2015

Lisboa*

É onde tudo acontece,onde surgem as grandes oportunidades e onde as mudanças são mais possíveis.Eu,se estivesse em Lisboa,não era nada do que sou.Era muito menos.Ainda muito menos.É esse o meu objectivo de vida:ser,cada vez,menos e desprezar o meu umbigo.Diminuir-me e deixar de existir como individua*

31 comentários:

  1. Til, não tem nada a ver com o concelho de Lisboa. É muito perigoso entrar por aí. Pode-se comprar guerras desnecessárias entre as pessoas. O umbiguismo existe em todas as regiões, de norte a sul de Portugal. O que me parece é que terá a ver com pessoas, nada mais do que isso. O bom carácter ou mau carácter está dentro de cada um de nós. Atrevo-me a ir um pouco mais longe e dizer que o mau carácter está escondido dentro de cada um de nós e, não só em Lisboa. Se assim fosse até seria relativamente fácil fazer uma limpeza.

    Nem é preciso ir muito longe, vejamos de onde surgem a maior parte de casos de violência doméstica que acabam em tragédia. Pois. Onde é que se concentra por vezes casos de promiscuidade? Pois. Ouvi esta semana um caso de uma senhora de 73 anos que foi supostamente violada pelo cunhado de 61 anos. O caso passou-se num local meio isolado, longe das grandes cidades, onde se diz que os vizinhos são todos amigos e que a vida é saudável. Ouvi a reportagem. Provocou-me um enorme desconforto. Portanto não é por aí.

    Viver em Lisboa é conseguir sobreviver. E muitas vezes sobrevive-se com dignidade. Viver em Lisboa é ter consciência que gente boa também mora no coração da cidade. Tal como acredito que no meio de ciganos, de pessoas que vivem em bairros de lata... também existe muita gente boa. Não sou preconceituosa, nem xenófoba. Gosto de acreditar em gente. Apenas isso.

    PS: Se é que percebi o post ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Referia-me (acho eu) a cultura,a poesia,a teatro e,também,a oportunidades profissionais...Mas concordo com o que dizes,a desumanização está em todo o lado*

      Eliminar
  2. Lisboa, para mim, é um ponto de passagem. Mas tu és e serás sempre a mesma estejas onde estiveres. Nunca qjeiras ser menos sê sempre na msma proporção, não diminuas.
    Kis :>)

    ResponderEliminar
  3. Tilinha...em Lisboa acontece tudo, o 24 e o 25 de Abril... muitas e tantas outras coisas até o 1755!

    Beijinhos minha amiga***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois acontecem coisas boas e coisas más*

      Eliminar
  4. Palhacita.... fique onde estás....
    Quero você assim do jeito que és.... mas se fizer-te de teimosa, deixe o endereço em Lisboa....
    Mas eu te imploro... NÃO MUDES..FIQUE ONDE ESTÁS, DO JEITO QUE ÉS!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto é uma declaração de amor,não é?

      Eliminar
    2. Pode ser outra coisa????
      Minha inspiração tem motivos.....

      Eliminar
    3. Não percebi mas não faz mal...Também não pretendo perceber tudo*

      Eliminar
  5. Mesmo sendo um gajo nortenho acho que a voltar a PT só me daria bem em Lisboa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu dou-me bem aqui onde estou mas,por vezes,não tenho 'espaço'...

      Eliminar
  6. Eu moro nos arredores, mas trabalho todos os dias numa das paragens obrigatórias de Lisboa: entre o Chiado e a Rua Augusta.
    Só me apetece sair daqui. Isto é sempre a mesma coisa... prefiro o campo...

    ResponderEliminar
  7. Que me perdoem quem não concorda mas Lisboa é "tudo"! Não é que não goste da calmaria do Alentejo, das paisagens de serra, do mar algarvio ou a comida do norte...
    Gosto de pessoas e, de forma generalista talvez arrisque dizer que é mais difícil encontrar boas pessoas em Lisboa...mas tudo tem a ver com as nossas escolhas e de quem nos rodeamos...
    ...mas uma coisa é certa: Lisboa oferece mais oportunidades profissionais, mais oferta cultural, mais lojas, mais programas lúdicos...
    Somos livres para não aproveitar essas ofertas...liberdade é poder fazer as nossas escolhas; quando se vive num local com poucas ofertas, não somos livres...
    Por isso, defendo Lisboa...agora e sempre!!!

    Queria apenas salientar algumas coisas:
    - é apenas uma opinião baseada na minha percepção;
    - não quero reduzir qualquer outra região a qualquer cliché, até porque fazem-se muitas e boas coisas em todo o lado;
    - Lisboa não é a panaceia para tudo e, se não tivermos cuidado, pode engolir-nos

    ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que percebeste na perfeição a minha mensagem...:)
      Obrigada*

      Eliminar
  8. Eu adoro cidades grandes, enérgicas, com garra... e acho que amaria Lisboa.

    ResponderEliminar
  9. o umbigo é como um "til" - pequeno pormenor que faz toda a diferença ...

    ResponderEliminar
  10. Não pode ser Til! Enquanto pessoa importante tens é de aumentar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diminuir-me é uma forma de aumentar-me;)

      Eliminar
  11. Eu Sou do Tamanho do que Vejo

    "Da minha aldeia veio quanto da terra se pode ver no Universo...
    Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
    Porque eu sou do tamanho do que vejo
    E não, do tamanho da minha altura...
    Nas cidades a vida é mais pequena
    Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.

    Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
    Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
    Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
    E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver."

    Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema VII"

    Til, mal seria de Portugal se fosse só em Lisboa onde tudo acontece!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo.Mas Lisboa potencia imensas coisas,para o bem e para o mal*

      Eliminar
  12. Desprezar o teu umbigo? Mas ele não tem culpa nenhuma, ok? :p

    Mam'Zelle gosta é de Coimbra e o resto é conversa! ;)

    ResponderEliminar
  13. Todos somos um ser, e isso é muito importante!

    ResponderEliminar
  14. Desprezar o umbigo é uma inteligente medida, deixar de existir como individua, aí, Tilzinha, aí as coisas são mais complicadas. És importante, grande até, enquanto individua, em Lisboa ou em qualquer outro lugar, apenas e só porque TU, na tua essência, és ÚNICA.

    ResponderEliminar

Estás Tilt?